domingo, 10 de maio de 2009

Fábio de Melo - Padre, cantor ou gatão?

Quem assiste a TV Anhanguera, filiada da rede globo no interior do goiás, entorno sul do Distrito Federal, já está acostumado a mudar de canal em todo intervalo comercial. É impressionante como a única coisa mostrada pela emissora na hora "dos reclames do plim-plim", seja as infindáveis propagandas de CDs e DVDs de bandas e grupos não muito conhecidos pela grande mídia. Já vi dezenas de vezes a apresentação do trabalho de Fábio de Melo nesses comerciais. Desde a primeira vez, me veio um "baita carrapato ao pé da orelha": "Puxa! Um padre metrosexual??! Como é isso?? Caramba! Um padre bonitão não vai dar certo!" Pensei nisso baseado no assédio feminino já costumeiro aos evangélicos "em destaque".
Confesso que de imediato, o julguei de todas as formas imagináveis, questionando coisas que só Deus poderia fazer, como: sinceridade, integridade e até masculinidade. Isso tudo, sem saber de nenhum fato que condenasse o Fábio.
A minha primeira reação ao ver o padre ser anunciado pelo Faustão foi: "Caramba! Tantos evangélicos vendem muito mais que esse cara e o Faustão não chama!"
Mas graças a Deus, os fatos da realidade me vieram imediatamente: Como dispor um espaço para uma "galera" que "vive" fazendo campanhas contra a rede globo e todo os seus programas? (Cabe aqui dizer: NÃO ESTOU DEFENDENDO A GLOBO!!)
Comecei então, a prestar atenção nas respostas e posturas do padre, durante a "entrevista". Foi aí, que todos os meus "achismos" e julgamentos anteriores, me fizeram sentir um arrependimento intenso, típico de "crente julgador".
Provavelmente, o fato dos testemunhos dados, serem feitos apenas por mulheres sofridas, vai gerar um "background" para outros julgamentos. (NÃO MAIS MEUS!)
É óbvio que o fato do cara ser todo atlético, e todo engomadinho, me incomoda ainda sim. Mas, caramba! Cada um tem um estilo, se todos forem largados como eu, "isso aqui" iria parecer o que??! (risos)
Bom, o que sei é que depois da frase abaixo, o irmão Fábio tem todo o meu respeito. Se amanhã surgir algum escândalo sobre ele, o que torço que não ocorra, não retirarei o que foi dito aqui. Pois o que digo aqui, é apenas uma impressão sobre uma "entrevista" concedida. Oro para que Deus o abençoe e para que ele leve à mais pessoas em sofrimento, o conforto de Deus e que pregue o genuíno e evangelho de Jesus Cristo. Talvez eu seja visto como ecumênico, ou "vira-casaca", mas o que move o meu coração a escrever esse post, é mais do que uma boa impressão, é uma grande e talvez, ingênua pretensão, de semear amor na cristandade. O tempo dirá se sou um esperançoso, um tolo romântico ou apenas um idiota.

"... a maior satisfação que eu tive, de receber o convite, de vir ao seu programa, foi a maneira como você me disse: Padre, o senhor vai para mostrar o seu trabalho, para mostrar o seu conteúdo. Naquilo você estava me dizendo, que quando eu entrasse por ali, eu não precisaria deixar Jesus de fora. Eu como comunicador, como padre, eu só vou onde eu posso levar Jesus comigo. Onde eu posso falar do que eu acredito. Senão, eu fico de fora, não me faz falta ..."

Respondendo a pergunta do título, acredito que seja os três!! E o som dele continua não fazendo meu estilo! (risos)

2 comentários:

Claudinha F. disse...

realmente ele é gato

Anônimo disse...

Concordo com a Claudinha rsrs
Minhas impressões tb eram erradas ... mas depois de conhecer um pouco mais .... todos nós deveríamos conhecer um pouco mais as pessoas em geral, antes de criar más impressões