quinta-feira, 23 de abril de 2009

Sincretismo - Hoje é dia de São Jorge, ou será Ogum?

"O sincretismo é uma fusão de concepções religiosas diferentes ou a influência exercida por uma religião nas práticas de uma outra."

Quando pratiquei capoeira, aprendi muito sobre a origem da dança-luta, que em vários contextos, parafraseava quase todas as estratagemas dos escravos em relação aos seus senhores.
Motivados pela revolta e anseio de liberdade, os negros praticavam sua luta em capoeiras afastadas e quando algum homem branco se aproximava, eles logo disfarçavam sua luta numa dança coreografada com esquivas e molejos. Essa dissimulação foi repetida, com a tentativa da igreja católica, de abafar as crenças africanas, referênciando um santo católico para cada orixá. O negro, persuadido pelo bom e velho chicote, adotou as imagens dos santos, mas ainda assim, o que eles cultuavam mesmo era o orixá que a imagem representava.
No decorrer dos anos, esse sincretismo afetou os dois lados. Não só existem católicos que atribuem à são Jorge características (supostamente) originárias do orixá Ogum (ou Oxossi na Bahia), como existem praticantes de religiões Afro, que não mentalizam outro Ogum, senão aquele da imagem de são Jorge.

A história de Jorge, assim como a maioria dos mártires cristãos, é muito sofrida e bonita.
Em resumo, Jorge, nascido na região que hoje é a Turquia, bem cedo se tornou um capitão do exército romano e aos 23 anos já com o título de Conde, passou a residir na corte imperial em Roma, com a função de Tribuno Militar.

A indicação, é de que seus pais tivessem sido cristãos, e já a caminho da sua verdadeira vocação, Jorge constantemente, se compadecia da crueldade praticada aos cristãos e chegou a distribuir toda a sua riqueza aos pobres.

O imperador Diocleciano tinha planos de matar todos os cristãos e no dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses

Todos ficaram atônitos ao ouvirem estas palavras de um membro da suprema corte romana, defendendo com grande ousadia a fé em Jesus Cristo. Indagado por um cônsul sobre a origem dessa ousadia, Jorge prontamente respondeu-lhe que era por causa da Verdade. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: "O que é a Verdade?". Jorge respondeu-lhe: "A Verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e Nele confiado me pus no meio de vós para dar testemunho da Verdade."

Bom, o que aconteceu a partir daí, foi que o imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. Logo a sua fidelidade à Cristo, que persistia mesmo sob tortura, ficou conhecida e muitos romanos se converteram, inclusive a mulher do imperador. Até que ele foi degolado no dia 23 de abril de 303.

O lance do dragão surgiu depois, através de várias lendas, nas quais são Jorge sempre estaria salvando uma donzela em perigo, de um dragão que só era acalmado com sacrifícios de mulheres que lhes eram entregues (algo parecido com o que ocorre com o King Kong no filme). Tal ilustração, teria a seguinte moral: O dragão (o demônio) simbolizaria a idolatria destruída com as armas da Fé. Já a donzela que o santo defendeu representaria a província da qual ele extirpou as heresias.

Espero que o texto acima, ajude a entender a real origem do irmão Jorge, que segundo a história, mostrou muita fé e determinação ao não negar a Cristo nem sob tortura e morte. Vejo também, que esse (sincretismo) é mais um exemplo questionável da utilização de "estratégias" para a conversão das almas ao senhorio de Cristo Jesus. 

Fontes: Foram tantas que nem postarei, ou melhor, tem sim: Google


5 comentários:

Claudinha F. disse...

A D O R E I o "irmão Jorge" hahahahahah

Salve Jorge, né?

Mano e Lívia - Os DelaSilva disse...

rsrsrsrsrs... Essa Claudinha é fogo.. rs.. esse "F." ai é de fogo.. kkkkkkkkkk

Salve Jesus!!!

Adriene disse...

São Jorge?

Mano e Lívia - Os DelaSilva disse...

rsrs...
Só esclarecendo...
A única intenção de postar sobre são Jorge, foi de:

Primeiro - Mostrar a história original de Jorge, um cristão que foi morto por confessar a Jesus Cristo como Senhor e Salvador;

Segundo - Expor as discrepâncias da história original com a estória do dragão;

Terceiro - Mostrar o problema sério que é o sincretismo, que no caso de são Jorge, surgiu na tentativa "estratégica" de converter os escravos.

Mano e Lívia - Os DelaSilva disse...

Lembrando que só fiz isso, porque a mídia estava dando muita ênfase ao dia de são Jorge - 23 de abril.