terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Reencontros

- Eu nem acredito que você está aqui, meu neto!
Assim falou minha avó enquanto me abraçava e se emocionava. Um abraço daqueles que não vemos nem em filmes, abraço de ternura ao quadrado, onde a alegria do reencontro embarga as palavras e a nossa comunicação passa a ser apenas através dos olhos. Ao fundo, minha mâezinha não se importava em reter as lágrimas que percorriam o seu rosto ao ver o lindo quadro que há cerca de 20 anos não se repetia. Isso mesmo, cerca de 20 anos sem que o neto abraçasse sua avó.
Logo, minha mãe lhe trouxe um leitinho quente, pois depois dos 80 anos, com o atenuante de viver sob cuidados especiais por possuir uma má condição cardíaca, experimentar emoções fortes, mesmo que sejam emoções boas e tão desejosas como estas de reencontros, não é recomendável.
Sou grato a Deus, por possuir família e saber minha raiz. Sou grato a Deus por conhecer minha história e ter afeição por ela.
Durante toda a vida, morando na região do Distrito Federal e cidades de entorno, sempre encontrei argumentos suficientes, pelo menos para mim mesmo, para não ir até Parnaíba, litoral do estado do Piauí, para visitar minha avó materna, meus tios e primos. Todas as desculpas foram invalidadas desde que meus pais fizeram o caminho de volta do retirante nordestino, o que fez com que minha viagem ao estado natal, deixasse de ser apenas uma possibilidade, para ser uma necessidade.
Como é bom reencontrar abraços já esquecidos e descobrir sorrisos de parentes nunca antes vistos.
Como é bom ver seus pais brincarem de serem rabujentos um com o outro. Como é bom ver sua nova sobrinha, toda faceira e cerilepe, correndo pela casa. Como é bom ver seu sobrinho experimentar as "difíceis" mudanças e cobranças da adolescência. Como é bom ver sua irmã continuar sendo a "sargenta" da casa. Tudo isso me faz pensar que por um momento, tudo voltou, todo aquele colorido da infância e toda aquela singela sensação de segurança, de que está tudo bem, de que você está em casa. Mesmo que seja do outro lado do Brasil, num calor de mais de 35 graus e mesmo que depois que casemos, a casa de nossos pais não seja mais a nossa casa, ainda é um porto seguro.
Todas essas boas experiências que tenho tido aqui, são mais alegres e plenas pela possibilidade de compartilha-las com minha linda Lívia. Como é bom ter algo para compartilhar com quem se ama.

Jesus veio nos lembrar isso, que apesar dos fardos ou das tempestades, que apesar das angústias e das perseguições, existe um lugar preparado para nós. A casa de nosso Pai. Não somos órfãos no universo, possuímos um lar, e quando chegarmos lá, abraços de ternura não nos faltarão.

"Não se perturbe o vosso coração! Crede em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se não fosse assim, eu vos teria dito, pois vou preparar-vos um lugar, e quando eu me for e vos tiver preparado um lugar, virei novamente e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais também vós."

5 comentários:

Claudia disse...

Só de imaginar o quão bom foi esse reencontro e quão bom é ter com quem compartilhar(no seu caso com a lívia), já estou chorando feito um bebê. A saudade dói.

Antonio Mano disse...

Oh minha amiga.. dói sim.. mas ter saudades é um bom sinal.. pois significa que existem pessoas que amamos nos esperando em algum lugar.
E você é querida em vários estados brasileiros, sabe disso né!!
Logo, logo.. estará abraçando a parentada gaúcha e a riopretense.. principalmente os sobrinhos, que tanto ama.

Ana claudia Stelet Moreno da Silva disse...

Olá meu amigo graça e paz. Estou passsando pra desejar um natal abençoado pra vc. sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro,porém Ele nasceu um dia , morreu, ressuscitou e vivo está,e Ele é o melhor e maior presente de Deus pra nós,né? Que vc possa desfrutar junto com sua familia da alegria que tem somente aqueles que de Deus este presente recebeu, um abração.

Antonio Mano disse...

Olá Ana..
Muito obrigado minha irmã!
Deus te abençoe. Um ótimo Natal pra ti e toda a sua família e um Super ano novo também.
Como cristãos, sabemos que Natal é TODO DIA!!! Mas é bacana celebrarmos com toda a família e amigos também!
Deus abençoe!
Abraços.

Ana claudia Stelet Moreno da Silva disse...

Desejo a todos que me acompanharam no blog , que me abençoaram com seus comentários edificantes e tão cheios de carinho, um 2010 de renovo do amor do Senhor em seus corações.
OBS: VLW por reverberar a postagem.Que vc e sua casa viva o melhor de Deus neste novo ano , abraços meu irmão.