segunda-feira, 13 de julho de 2009

Bem vindos os convidados para a ceia do Senhor


É desagradavelmente interessante como nós lemos muito pouco a Bíblia.

É, sobretudo perigoso, a forma como absorvemos tudo o que nos falam(pregam) e a facilidade com que reproduzimos tudo isso sem analisarmos.

Na maioria das igrejas evangélicas que eu já tive a oportunidade de presenciar ou participar da santa ceia do Senhor, percebi algo que a meu ver, é uma grande distorção do que Paulo disse à igreja de Corinto na sua primeira carta, no capítulo 11.

Paulo chama a atenção, sobre a má conduta dos coríntios na celebração da ceia do Senhor. O texto mostra que existia uma total falta de comunhão entre os irmãos. Acentuada principalmente, pela diferença social. Os mais abastados desprezavam os mais necessitados que não podiam ou menos contribuíam com a ceia. A ceia da época, era realizada com grande fartura de pão e vinho, diferentemente da forma com que a celebramos hoje em dia. Os mais ricos, levavam seu vinho e seu pão, e sem esperar pelos demais, comiam e se embebedavam sem o menor pesar pelos mais pobres.

Ora, Paulo vendo isso, não precisou de nenhuma revelação para constatar que não havia ali, menção ao nome de Cristo, quanto mais ao seu corpo e sangue. Não havia ali, espírito fraterno, espírito de adoção. Não havia ali espírito de comunhão, e por isso, não havia ali espírito de Igreja. Não havia ali, discernimento (entendimento, menção, reverência, referência) do corpo e do sangue do Senhor.

Eles estavam fazendo da ceia do Senhor, um acontecimento de comilança e bebedeira.

Paulo então, é categórico:

Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.

Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.

Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do SENHOR.

Apesar de ser claro que a condenação virá para aqueles que ceiam, sem discernir o corpo do Senhor, ou seja, sem vivenciar, sem entender que a ceia trata-se da representação do sangue e do corpo do Cristo Jesus, o que vemos hoje em dia, é o apartar da ceia do Senhor não mais por diferenças econômicas, mas sim, por diferenças de santidade. Hoje vemos que pessoas disciplinadas em suas igrejas, ou simplesmente “em pecado” (como se fosse possível encontrar alguém sem pecado), não podem participar da ceia do Senhor. Nisto observo diversos males, dentre eles:

A contínua valorização da culpa nos ombros do pecador;

A herança da necessidade de penitência, existente no catolicismo, para sermos “restaurados”. Com isso, atrofiamos o desenvolver do arrependimento, posto que somos supostamente disciplinados com a “não comunhão” com a igreja na ceia do Senhor.

Pergunto-me, quem em sã consciência poderia impedir alguém consciente, que discerne o corpo e o sangue de Jesus, de participar da santa ceia do Senhor? Não é por ventura mais importante ainda para o pecador que participe da ceia, posto que esta representa a carne do cordeiro pascal de Deus e o sangue purificador derramado na cruz ao nosso favor? (Nosso - PECADORES - Todos nós)

Infelizmente, isto ocorre por não lermos e meditarmos no que ensina a Bíblia. Mas temos que começar toda e qualquer mudança em nós mesmos. Importa que cada um tenha a sua comunhão/meditação diária. Temos que executar a mudança primeiro em nós para não nos tornarmos meros hipócritas. Como diz o pernambucano Junior Calado: “Resolver meu problema é fácil, quero ver tu resolver o teu!”

3 comentários:

Claudinha F. disse...

Tb acho um absurdo essa "cobrança de entrada" pro jantar, ops, esqueci que a igreja nao come e bebe juntos, a gente só finge q participa de uma ceia...

Pobreza de espirito nosso, Paulo tb não diz que se nego estiver em pecado nao pode participar da ceia:

“Examine-se, pois, o homem a si mesmo, E ASSIM COMA DESTE PÃO E BEBA DESTE CÁLICE.”

Antonio Mano disse...

Pois é.. e o examinar.. também está contextualizado com o discernir o corpo e o sangue de Cristo.

Sabe.. fico temeroso quanto a algumas questões.. já vi alguns pastores inclusive "alertando"(ameaçando): "Olha cuidado.. se tiver em pecado.. estará trazendo condenação pra tua cabeça!!! Não ceie!"

Ontem eu li e reli essa passagem.. será que sou eu que estou doido???

Lika disse...

Fico muito triste ao ver que em um banquete ... onde o PAI e o FILHO estão presentes oferecendo o alimento que representa sua maior demonstração de amor e sacrifício para remissão dos pecados dos convidados desse banquete e um dos convidados se acha no direito de dizer ao outro convidado igual à ele: "olha mas se você não pagou não pode comer..." isso é muito triste.. será que esse convidado não vê que já foi pago? será que ele não sabe que ao aceitar esse banquete ele está dizendo eu recebo seu sacrifício para perdão dos meus pecados.. tu ÉS MEU SALVADOR? Será que ele se esquece que esse momento é em MEMORIA... pra LEMBRAR que sem ELE e sem o que Ele fez estariamos perdidos? é muito TRISTE!!!!